COMO VOLTEI A TER FÉ

quinta-feira, outubro 05, 2017


Oi Gurias e Guris!

Em primeiro lugar, este post NÃO É SOBRE RELIGIÃO - não gosto de falar sobre temas polêmicos ou que gerem muita discussão porque sou daquelas que fica muito em cima do muro, NÃO apoia certas coisas mas se põe no lugar de quem apoia e respeita isso e pode mudar de ideia diante de uma boa argumentação! - mas sobre desacreditar e/ou voltar a acreditar que as coisas podem melhorar, sim!

No meu caso, depois de passar 2 anos (ou um pouco mais) querendo morrer, perder meu emprego por isso, e logo quando pensei que estava tudo melhorando pois eu havia me recuperado e saído do fundo do poço, vi meu casamento chegar ao fim e com isso todas a "incomodações" que uma separação traz quando se tem filhos... pensão, divórcio, visitas, responsabilidades e todo um "trabalho" que era dividido tornar-se todo meu praticamente!

Fiquei muito tempo entre recaídas e novas superações (ainda vivo assim) mas a minha fé há muito tinha se dissipado por completo! Simplesmente deixei de acreditar que era capaz de fazer a minha situação mudar e que qualquer outra "força" exterior existisse ou pudesse fazer isso POR mim ou PARA mim.

Com o passar do tempo, porém, surgiram alguns acasos do destino, pessoas desconhecidas, o apoio da minha família, comecei a ignorar certas coisas e pessoas (que também deixei de acreditar e confiar), me esforcei pra sair do lugar, coloquei um ponto final em assuntos mal definidos, passei a lutar um pouco mais pelo que realmente valia a pena e percebi que coisas boas passaram a acontecer...

E quando menos esperava já havia voltado a conversar com "o cara lá de cima" (que não está lá em cima mas em todo lugar como o ar que eu respiro - fora e dentro de mim) e então veio a sensação de que tudo ficou mais claro, leve e tranquilo.

Voltei a pensar que é possível! Se eu planejar, for atrás e sempre lembrar de agradecer a quem me apoiou, empurrou impulsionou ou até desacreditou que eu conseguiria. Sem menosprezar as jogadas do destino, as coincidências da vida, as voltas que o mundo dá e um tantinho de sorte vez ou outra... hahaha

NÃO, eu ainda não consegui um emprego, pensei mais uma vez (e achei que seria definitivo) em desistir do blog, minha vida não está "as mil maravilhas" (dependendo do ponto de vista e da TPM... hahaha), não me sinto nada bem por estar literalmente "nas costas" dos meus pais (pois não pago aluguel e ajudo nas contas apenas quando me é possível) e é pior ainda ouvir isso das pessoas que mais amo e respeito nesse mundo e reconheço que "sobrevivo" por causa da pensão "gorda" (palavras do meu ex) que meus filhos recebem...

Mas passei a ver a mim, a minha vida, a minha família, a minha casa, a minha situação atual e as minhas reais necessidades com outros olhos e isso tem me ajudado muito a seguir em frente RE-acreditando numa força maior - que pode ter o nome que tu achar melhor - e que essa força NÃO faz as coisas PARA mim ou POR mim, mas é um grande "respaldo" para o que eu me proponho e me esforço para fazer acontecer!

NÃO SEREI/SOU NADA se não acreditar que EU SOU CAPAZ e que QUASE tudo depende SÓ de mim e da minha FÉ EM MIM também!

Lógico que, se mais alguém também acreditar em mim e na minha capacidade e/ou nas loucuras coisas (sejam elas quais forem) que eu pretendo fazer... só melhora, né? hahahaha


Até a próxima! o/
.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Aaaaaaaaaaaaaahhhh, post novo!
    Sim, miga, pra quem tem medo de altura, subir numa cadeira já é um progresso. As coisas que faltam, faltam, mas você também precisa ver o que já conquistou. E sobre as pessoas falarem, essas marmota sempre vão falar, então, phodasse elas. Vamo pra frente, pra frente =D =D =D =D

    Lady Salieri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devo um pouco dessa conquista e dessa volta a ti, Lady Salieri.
      Amei teu comentário, isso ajuda ainda mais e phodasse elas! \o/ hahahaha
      Muito obrigada!

      Um beijo

      Excluir
  2. Bom te perceber mais de bem com a vida. Que essa força que sei que está dentro de você, te ajude a prosseguir. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza é muito bom mesmo, Quel!
      Muito obrigada pelo apoio.

      Um beijo.

      Excluir

Não saia sem comentar!
Sua opinião é sempre bem-vinda e importante pra mim e pro blog.
Responderei a todos os comentários.

Obrigada pela visita.
Volte sempre!